Deborah e Gustavo – Externas

Continuando a série sobre o casamento da minha irmã chegamos enfim às minhas preferidas, as externas.

As externas são sempre um dos meus momentos favoritos porque posso trabalhar a criatividade e principalmente exercitar tudo quanto tenho aprendido sobre fotografia. Nas externas a luz não te obedece, ou você aprende a trabalhar com o que a natureza, ou no caso dessa sessão o local, te oferece, no máximo complementando com a luz que você porventura levar, ou você volta pra casa com o trabalho incompleto, e essa sessão não foi diferente.

As dificuldades começaram pelo local, a noivinha, minha irmã, escolheu Serra da Piedade, a distancia, mas nada que um carro não resolva, mas a minha irmã atrasou ao se arrumar e como a ponte da Br 381 tinha caído tivemos que passar por Santa Luzia atrasando ainda mais a nossa chegada ao local. Chegamos já com o sol se ponto, tivemos que correr pra conseguir fazer algumas fotos ainda com o sol, mas como todos sabem quando ele fala que vai embora ele vai mesmo.

Findo o por do Sol, a escuridão (e também o frio) chegou tão rápido que o 580 ex II quase não dava conta, solução: Usar a iluminação do local. Uma nova dificuldade, fazer o balanço de branco já que as luzes eram muito “alaranjadas”, tomados os cuidados chegamos ao resultado que aqui vos apresento, espero que gostem e comentem.

Casamento Deborah e Gustavo – Cerimônia

Continuando a série do casamento da minha irmã estou agora adicionando as fotos da cerimônia para que possam ver um pouco desta bela desta, que teve a surpresa do noivo pra ela, além de poder saciar a curiosidade de alguns que ficaram perguntando o que eu fazia com uma rosa na frente da lente, aqui esta o resultado, espero que gostem.

P.S Sim foi minha noiva quem pegou o buque

Grande abraço!

Lucas Rigamont

Casamento Flávia e Diogo

A Flávia chegou até mim, através da indicação de um amigo em comum, felizmente ela interessou-se por nosso trabalho ao entrar aqui mesmo no meu blog, a partir dai algumas conversas até que fechamos o contrato. Foi de grande alegria fotografar essa cerimônia, até por ser também o primeiro casamento que a minha melhor aluna, e mais nova integrante da equipe, minha querida Malu Tolentino, pode participar conosco.

Podemos realizar lindas fotos, e após entregar o trabalho a ela, que muito nos elogiou, tive uma notícia que me fez ter a maior certeza do mundo, Fotografar é o que quero pra mim, fotografar é o que quero para o resto da minha vida.

Flávia, Diogo, muito obrigado por permiterem que eu tenha feito parte desse momento tão único e especial para a vida de vocês.

Grande abraço a todos.

Espero os comentários.

Mais fotos em www.primeiroestilo.com.br

Lucas Rigamont


Casamento Melina e Filipe

Filipe, meu irmão, casou-se em Janeiro, uma linda cerimônia na capital Sul Mato Grossense. Bem, o que dizer deste casamento? Pra falar a verdade chega a ser difícil, não porque as fotos tenham tirado minha fala, apesar de gostar imensamente do resultado final, mas me faltam palavras por se tratar do meu irmão. Em meio a cerimônia, muitos me perguntaram se eu sentiria falta dele, sim, eu vou sentir, mas fiquei muito feliz, feliz por saber que ele estava feliz, e seria muito feliz a partir dali, pois estava com aquela mulher que conquistou o coração dele, Melina.

Melina e Filipe, muitas felicidades, que Deus possa sempre os abençoar e que seja eterna essa união.

Mais fotos em www.primeiroestilo.com.br

Espero que gostem.

Comentem!

Lucas Rigamont


Ateliê LaCruz

O Ateliê, desde o início da Primeiro Estilo tem sido nosso cliente, mais do que cliente, um parceiro. E novamente nesta parceria chega a hora de uma nova coleção, Coleção Outono-Inverno 2011, Drama Queen.

Espero que gostem.

Breve mais fotos no www.primeiroestilo.com.br

Lucas Rigamont

 


Carnaval

Ah o Carnaval, essa festa insana que um grande parte não gosta, mas que aproveita só porque é feriado.

Assim também sou eu, odiando Carnaval com todas as forças, principalmente porque boa parte deles eu trabalhei, mas amando ele loucamente quando consigo umas folgas pra poder aproveitar.

Esse ano caiu na segunda opção, apesar de que tive que fazer malabarismos pra conseguir essa folga, mas valeu a pena, pois pude passar do lado de pessoas super especiais em um local que claro, rendeu ótimas fotos.

Então aqui vão algumas fotos do meu carnaval!

Grande abraço!

Lucas Rigamont

Olho da @Malutolentino e eu lá dentro =D

Meu olho clicado por @Malutolentino

Eu clicado por @Malutolentino (tratamento por mim)

@Racqueltomaz clicada por @Malutolentino

André clicado por @Malutolentino

Fechando com o olho da @Fernaandatolen

Estou pensando em fazer um segundo post sobre o carnaval mas ainda não é certo.

Grande abraço

Sobre 2010 e 2011

Fim de ano!

Fim de ano sempre é tempo de pensar, pensar em tudo o que fizemos, em tudo o que queríamos ter feito, e em tudo o que ainda queremos fazer no próximo ano.

Esse ano foi um ano no mínimo atípico. Tive muitas coisas boas, e muitas coisas ruins.

Como coisa boa, começando pelo início do ano nessa retrospectiva devo destacar meu retorno à faculdade, principalmente por ser esse retorno parte de um sonho muito maior, mas o melhor não foi a faculdade, com certeza o melhor desse ano foi poder conhecer alguém que mudaria muita coisa em minha vida, lógico que pra melhor, principalmente porque esse alguém se encaixa também nos meus sonhos que são muito maiores. Na Fotografia destaco o crescimento, embora ainda lento, mas muito saudável do meu conhecimento e do meu reconhecimento.

Nós muitas vezes queremos as coisas muito depressa e sempre queremos muito, e muito mais, mas apesar disso posso afirmar que passos lentos são mais seguros, e mais que isso, muito mais prazerosos porque quando mais lentos podemos admirar a paisagem da vida que nos cerca a todo o momento.

Acho que é por isso que me encanta tanto viajar de moto, com ela posso não apenas ver a paisagem que me cerca, mas posso também senti-la, tocá-la,  e assim também tem sido minha vida.

Meu crescimento na fotografia esse ano foi algo assim, palpável, pude não apenas vê-lo como também senti-lo, e isso foi algo realmente gratificante.

Meu crescimento foi também tangível como pessoa, seja na faculdade, no meu namoro, com minha família e amigos, pude sentir na pele que estava crescendo, e as vezes esse crescimento doi.

E nessa parte de coisas ruins esta ai também a faculdade, o serviço, incluindo ai no serviço a fotografia que me dá tanto prazer, foram tantas atribuições que para cabê-las todas em meu dia eu precisaria de mais umas 6 horas em cada dia meu para conseguir fazê-las todas, como não eram possível acrescentar horas, eu tive que retirar, retirar horas de descanso, horas com minha família, horas com minha namorada, horas comigo mesmo, e aí o corpo cobrou, o estresse veio quente, cobrando todo esse esforço extra, e com isso sofreu minha família, sofreu minha namorada, sofreram meus amigos e principalmente eu sofri.

Apesar de todos os pesares, e apesar de não ser de todo como eu planejei, 2010 foi um ano pra ficar na história.

Mas e sobre 2011?

Bem nós sempre fazemos grandes planos para o ano que começa, mas esse ano não vou pedir muito, quero apenas continuar esse crescimento, como homem, como namorado, como filho, como irmão, como professor, como aluno, como profissional, sei que se continuar assim crescendo, não demorará muito e chegarei ao meu objetivo final, e poderei realizar meus sonhos.

Agradeço a Deus por tudo que me deu neste ano de 2010, pelas coisas boas e pelas coisas ruins, e peço perdão Deus por ser tão Humano.

Agradeço a minha família que me suportou apesar de meu estresse dentro e fora de casa.

Agradeço a minha namorada, que mesmo com meu estresse e meus muitos erros me amou e me acompanhou por sete maravilhosos meses neste ano.

Agradeço aos meus amigos, que mesmo com meu sumiço, ainda estavam lá quando precisei, ainda continuaram meus amigos.

Agradeço aos meus clientes, que acreditaram no meu potencial.

Agradeço a Primeiro Estilo que abriu novas portas para o meu crescimento profissional.

Agradeço aos colegas de trabalho, por me ensinarem, auxiliarem e também advertirem.

Que possamos todos neste ano de 2011 crescermos ainda mais com os olhos no futuro, mas com os pés no chão.

Lucas Rigamont