Concurso de Fotografia do Turma de Minas

Uma experiência unica, um pouco assustadora no início, mas são desafios que nos movem, assim foi o primeiro Workshop de Fotografia e também o primeiro Concurso de Fotografia do Turma de Minas.
O melhor de tudo ainda: esse foi o maior Turma de Minas da história. 1400 pessoas em um só lugar, isso foi fascinante.
Fiquei muito feliz com os resultados, principalmente ao ver o resultado de algumas fotos que os participantes fizeram durante o Workshop.
Por fim o concurso, que no meio de muitas fotos, surpreendeu a mim e aos jurados pela qualidade de algumas imagens.
Avaliamos principalmente a criatividade das fotos, não cobrando muita técnica, ou maquinas da melhor qualidade, A foto Vencedora mesmo foi tirada com uma câmera compacta.
Agradecemos imensamente aos nossos patrocinadores que nos apoiaram na premiação dos vencedores, pois melhor do que apenas saberem que suas fotos foram bem avaliadas, estes puderam também serem premiados por seu trabalho.
Agradeço a Retes que premiou com revelações e fotoprodutos:
E ao site FotoRegistro que patrocinou com lindos álbuns, que tenho certeza os vencedores irão gostar muito:
Parabéns aos Vencedores.

1º Lugar – Lurian Leite – JubaTrim

2º Lugar – Joubert -Jubatrim


3º Lugar – Isadora Valadão – Jubaleste


Somente os 3 primeiros lugares foram premiados, mas resolvi colocar as 9 melhores então ai vai:

4º Lugar – Alexia – Jubaleste

5º Lugar – Lazaro Aleixo – Jubavam

6º Lugar – Paula Alves – Jubasul

7º Lugar – Samara Luisi – Jubavaço

8º Lugar – André Salles – JubaNord

9º Lugar – Lucas Correa – JubaOeste


Turma de Minas não tem preço

Voltar de um congresso como o Turma de Minas é muito intenso, as idéias
e as lembranças fervilhando na mente, chega a ser meio louco, ainda
mais quando nesse lugar estavam aproximadamente 1400 pessoas.
Caramba, a intensidade disso é muito louca, ver 1400 pessoas, pulando,
cantando, se divertindo, e principalmente adorando o Senhor Jesus
juntas é algo que não se vê todos os dias (embora eu sonhe com um dia
que isso possa sim acontecer todos os dias).
Nas brincadeiras com o JV, no balanço das músicas do Megafone ou da Banda Jubam, ou mesmo nas brincadeiras pelo pátio, na piscina e nas quadras, era a amizade e o amor entre irmãos o que estava mais latente, talvez por isso despedidas sejam tão difíceis, talvez por isso a última noite é sempre a mais longa, talvez por isso o almoço demore mais pra ser engolido, e talvez por isso, só por isso, tantas lágrimas rolem pelo rosto.
Era engraçado passear pelo estacionamento, vários ônibus já com o motor
ligado só esperando seus últimos passageiros subirem, enquanto do lado
de fora rolavam lágrimas, risos, abraços apertados que pareciam não
acabar, e vários tendo aquela conversinha mais íntima que poderia
talvez resultar em um novo relacionamento.
Mas de tudo isso, o melhor é, sem dúvidas, ver o quanto muitos ali
foram trabalhados, como vasos nas mãos do oleiro, quebrados, e
quebrantados, afinal porque outro motivo valeria tanto a pena tanto
esforço.
Ver lágrimas rolando, agora não de tristeza ou de despedida, mas sim de
quebrantamento, ver joelhos no chão, e vozes falando “SENHOR EIS-ME
AQUI” isso não tem preço.
Saber que daquele lugar sairão pessoas que irão levar a palavra de
Deus para suas familias, amigos, trabalho e tudo mais, isso realmente
não tem preço.
Saber que todo o trabalho que cada organizador e lider teve para
planejar e executar tudo, da forma como foi, não foi em vão, isso não
tem preço.
Não tem preço saber que vidas foram resgatadas, e que muitas outras
poderão ser resgatadas através daquelas vidas que ali estavam, não tem
preço saber que o trabalho não foi em vão, não tem preço saber que Deus
estava conosco naquele lugar, e que Ele se alegrou por todo o trabalho,
e que Ele não irá nos abandonar na volta pra casa, não tem preço saber
que foi por Ele que tudo isso aconteceu.
Turma de minas, pra mim é mais do que um congresso, é mais do que
conhecer e reencontrar pessoas. As lições que ali aprendi, jamais foram
e jamais serão esquecidas, as lições que tive ali, estarão para sempre
comigo, em meu coração, e é por isso que eu amo tanto esse congresso, e
é por isso que enquanto Deus me permitir quero estar acompanhando esse
congresso, dando minha força e meus conhecimentos para fazer deste o
maior congresso do Brasil.
Eu, e tantos outros que ali estiveram trabalhando, voltaram pra casa
cansado, mas com uma sensação gostosa de que valeu a pena, e de que
tudo isso não tem preço.

Turma de Minas

Esse Feriadão vou estar no Turma de Minas, um dos maiores congressos da Juventude Batista do Brasil. Lá estarei ministrando um Workshop de Fotografia e estaremos promovendo um concurso de fotografia com a participação de alguns patrocinadores, que irão nos proporcionar uma premiação bem legal.

Quem for, poderá participar.

Grande abraço.